Fundação Edson Queiroz - Universidade de Fortaleza

Banner
RSS Twitter Youtube Flickr instagram g1 facebook

Buscar

Unifor on-line

Banner
Home Outras informações

Outras informações

Currículo inovador

A inovação proposta no currículo do curso de Medicina da Universidade de Fortaleza está nas metodologias adotadas, que visam a um maior envolvimento dos alunos na busca do conhecimento. Essa perspectiva de inovação é inspirada nos principais documentos e recomendações relativos à educação médica mundial produzidos nos últimos 25 anos que orientam o processo de formação profissional no âmbito da graduação para o melhor cuidado em saúde, além da manutenção permanente das competências profissionais, de uma boa relação com os pacientes e com seus colegas, tendo em vista a probidade em sua prática e buscando o equilíbrio entre os cuidados de saúde e os interesses do paciente e de sua comunidade.

Trata-se de um projeto pedagógico centrado no aluno como sujeito da aprendizagem e apoiado no professor como facilitador do processo educativo, privilegiando a aprendizagem baseada em problemas e orientada para a comunidade. Essa abordagem potencializa o próprio método de estudo, possibilitando que o aluno aprenda a selecionar criticamente os recursos educacionais mais adequados, a trabalhar em equipe e a aprender a aprender.

No currículo do curso de Medicina da Unifor, o aluno aprende fazendo, o que muda a seqüência clássica teoria/prática para o processo de produção do conhecimento, que ocorre de forma dinâmica através da ação-reflexão-ação. Na realidade, sua prática de ensino-aprendizagem conjuga os aspectos cognitivos da educação (aprender a aprender), com foco no desenvolvimento das habilidades psicomotoras de atitudes (aprender fazendo). É utilizada a ferramenta da Medicina Baseada em Evidências, que deve nortear o cotidiano clínico de diagnose e terapêutica, indicando os procedimentos mais seguros e eficazes para os pacientes.

Em cada módulo estão embutidos os conteúdos das disciplinas necessários para abranger as competências médicas. As disciplinas passam a cumprir seu verdadeiro papel – o de áreas de conhecimento. Dessa forma, disciplinas básicas (como Anatomia, Histologia, Embriologia, Bioquímica, Fisiologia, Farmacologia, Genética, Biologia Molecular, etc.) são integradas às disciplinas clínicas (como Clínica Médica, Cirurgia, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Psiquiatria, etc.), organizadas em unidades ou módulos. A operacionalização dos conteúdos modulares se dá através de problemas relacionados ao processo saúde-doença, de modo que, de forma sistemática, o aluno passe a lidar com situações-problema desde o início do curso, aumentando a complexidade dos casos progressivamente.

Aprendizagem Baseada em Problemas

Solucionar problemas é o processo natural de aprendizagem da vida real de todo profissional. Esse também é o caso de médicos e de outros profissionais de saúde. A aprendizagem de temas isolados não permite analisar situações. Quando se estabelece a análise como método permanente, os problemas possibilitam um treinamento acerca da busca das informações relevantes e da capacidade de analisá-las, possibilitando maior fixação da aprendizagem dentro dos padrões educacionais esperados para o contexto e para a realidade das condições de saúde. Os problemas passam a servir, assim, como recurso que permite integrar e estudar segundo necessidades concretas. Levam a resultados que contemplam a realidade e que, portanto, são mais eficazes e eficientes.

A transferência do centro das ações de ensino para o aluno é um marco da pedagogia atual e um dos pressupostos da metodologia PBL – Problem-Based Learning, que significa Aprendizagem Baseada em Problemas.

O curso de Medicina da Unifor utiliza o PBL como abordagem educacional principal. O PBL é centrado na iniciativa do aluno, com 30 anos de experiência em cursos médicos do Canadá e da Holanda. Nesta última década, esse método tem sido adotado por grande número de escolas médicas no mundo, especialmente na América do Norte e países da Europa. Outros cursos profissionais, da área da saúde ou não, também adotaram o método em algumas escolas européias e americanas.

Os problemas são preparados pelo grupo de planejamento do módulo temático, constituído pelas várias disciplinas envolvidas com aquele conteúdo temático, e obedecem a uma seqüência planejada para levar os alunos ao estudo dos conteúdos curriculares programados para aquele módulo. Eles são discutidos e trabalhados nos grupos tutoriais. Os grupos tutoriais são constituídos por dez alunos e um tutor, ocorrem duas vezes por semana e duram três horas.

A discussão de um problema em um grupo tutorial segue um método padrão – o método dos 7 passos –, cujo objetivo é fazer com que os alunos discutam o problema, identifiquem objetivos de aprendizado, estudem e rediscutam o problema em face do aprendizado obtido.

Além das atividades no grupo tutorial, obrigatórias para os alunos, são ofertadas atividades em laboratórios de práticas e de habilidades, em facilidades de atenção à saúde e conferências, nenhuma destas outras atividades sendo obrigatórias.



Banner

Medicina

Pesquisa

Serviços | Graduação

Estude na Unifor

Banner
Banner
Banner
Banner
 

ENDEREÇO PARA CONTATO

Universidade de Fortaleza
Centro de Ciências da Saúde
Coordenação do curso
de Medicina
Núcleo de Atenção Médica Integrada - Nami
Desembargador Floriano
Benevides Magalhães, 221
3º Andar

Endereço:
Av. Washington Soares,
1321- Bairro Edson Queiroz -
CEP: 60811-905

Tel:
(85) 3477.3676

Fax:
(85) 3477.3062

E-mail:
medicina@unifor.br