Unifor on-line

Banner
Home Espaço Cultural Unifor Adriana Varejão - Pele do Tempo

Adriana Varejão - Pele do Tempo


adriana-varejao-7

adriana-varejao-3A mostra “Adriana Varejão – Pele do tempo”, a ser realizada na Espaço Cultural Airton Queiroz, abrirá dia 25 de agosto de 2015, reunindo 32 obras de Adriana Varejão e 4 obras de artistas que a influenciaram, abrangendo 23 anos de trabalho. A obra mais antiga data de 1992, enquanto a mais recente é de 2014.

Uma das artistas brasileiras mais conhecidas internacionalmente, Varejão realiza trabalhos que se baseiam na pintura e, sobre essa, que é a mais clássica das linguagens da arte, consegue subverter e abrir inúmeros campos de questão. Sendo um nome certamente conhecido, mas pouco visto pelo público de Fortaleza, a curadoria tem o cuidado de dar à mostra um caráter introdutório.

Assim, “Adriana Varejão – Pele do tempo” faz questão de selecionar trabalhos de muitas das inúmeras “séries” produzidas pela artista. Estamos diante de uma obra que atravessa diversos campos de assunto: da China ao barroco, da azulejaria à iconografia da colonização, da história da arte à religiosa, do corpo e seu erotismo à cerâmica e os mapas, da tatuagem aos seres aquáticos, diversas são as histórias, os territórios e as questões exploradas pela artista em 30 anos de trabalho.

adriana-varejao-6Fazendo uso da pintura, Adriana mostra-se sempre questionadora e crítica. Sua produção está sempre calcada por um gesto que nunca abre mão do ato subversivo: de maneira antropofágica, a artista devora e apropria-se de uma temática e opera, no mesmo lance, uma espécie de transmutação do seu ponto de partida, nos dando a ver o mesmo sobre outro ponto de vista. Nas suas pinturas, por exemplo, testemunhamos a transmutação do elevado, do excelso, do ouro, dos anjos de tradicionais obras barrocas, para um universo barroco agora selvagem, sensível, sanguíneo, em carne viva.

Quando se apropria de um trabalho dos chamados artistas viajantes, no lugar de endossar uma imagem cordial e dócil do Brasil, a artista desvela nossa violência e desigualdade. Ou ainda, quando traz à tona a questão da miscigenação traz para o presente a memória de uma dolorosa herança colonial portuguesa, momento em que Adriana dobra e esgarça sua mensagem, resultando sempre em um ato de potência criativa, eloquência visual e verticalidade conceitual.

“Adriana Varejão – Pele do tempo” encontra em seu título uma pista da leitura curatorial posta em obra na exposição. A intenção é de mostrar para o público de Fortaleza que a obra de Varejão possui duas vertentes fundamentais, quais sejam, a história, logo, o tempo, e o corpo, ou seja, a pele. Será sempre numa confrontação, numa conversa entre história e temporalidade que o trabalho se desenvolve. Uma história contada não do ponto de vista vencedor, mas sim dos vencidos. Uma história das margens. Tudo isso sempre deixando entrever, na própria pintura, fazendo uso de inúmeros artifícios, essa pele do tempo, que pode surgir tanto simbolizando marcas de violência, como de erotismo. Ou ainda, deixando entrever a exuberância do barroco.adriana-varejao-5

Sobre a artista

adriana-varejaoAdriana Varejão nasceu em 1964 no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha atualmente. Realizou sua primeira exposição individual em 1988 e na mesma época participou de uma coletiva no Stedelijk Museum, Amsterdã. Participou de importantes Bienais como Veneza e São Paulo e sua obra já foi mostrada em grandes instituições internacionais como MOMA (NY), Fundação Cartier em Paris, Centro Cultural de Belém em Lisboa e Hara Museum em Tóquio. Em 2008, foi inaugurado um pavilhão com obras suas no Centro de Arte Contemporânea Inhotim em Minas Gerais. Adriana está presente em acervos de importantes instituições, entre elas Tate Modern em Londres, Fundação Cartier (Paris), Stedelijk Museum (Amsterdã), Guggenheim (Nova Iorque) e Hara Museum (Tóquio).adriana-varejao-4


Serviço
Adriana Varejão – Pele do tempo
Abertura | 25 de agosto de 2015, às 20h
Visitação | 26 de agosto a 29 de novembro de 2015
Local | Espaço Cultural Airton Queiroz (Av. Washington Soares, 1321, Bairro Edson Queiroz)
Aberto ao público
Mais informações | 3477.3319

A visitação ao Espaço Cultural Airton Queiroz é gratuita e pode ser feita de terça a sexta, das 9h às 19h; sábado, de 10h às 18h, e domingo, das 12h às 18h