angle-left Coral Unifor apresenta canções natalinas e “O Auto do Rei de Todo o Sertão"

Coral Unifor apresenta canções natalinas e “O Auto do Rei de Todo o Sertão"

Espetáculo acontece próximo dia 21 de dezembro, às 12h, no Teatro Celina Queiroz, e traz uma releitura regional do Natal


O Coral Unifor interpreta peças musicais no estilo à capela, cantam em vários tons e ritmos e levam alegria e encanto a muitas pessoas (Foto: Ares Soares)
O Coral Unifor interpreta peças musicais no estilo à capela, cantam em vários tons e ritmos e levam alegria e encanto a muitas pessoas (Foto: Ares Soares)

O Natal é um tempo especial em que surgem sentimentos bons em todos nós. Tempo de confraternização e união, hora de reunir a família e os amigos. A fim de oportunizar mais um momento especial em alusão à data, de um jeito regional e interessante, a Vice-Reitoria de Extensão da Unifor, por meio do Coral Unifor, promove a apresentação Canções Natalinas e “O Auto do Rei de Todo o Sertão”. O evento acontece no dia 21 de dezembro, das 12h às 13h, no Teatro Celina Queiroz. Comunidade acadêmica, funcionários e público externo estão convidados a participar.

A apresentação artística terá participação especial do Coral Moenda de Canto, que tem como missão difundir a arte e a cultura. A direção musical, regência e preparação vocal do espetáculo são do maestro Luis Carlos Prata. A composição do espetáculo conta a história de um menino chamado Jesus, que tem como promessa de vida libertar o povo nordestino da seca, fome e miséria assombra o nordeste brasileiro. A apresentação traz o Natal sem Papai Noel, neve e renas, o que se tem é uma releitura por meio de uma visão bem regional em que se usa gêneros músicas bem típicos, como baião e xote.

“A textura musical é bem interessante porque coloca solos com uma temática totalmente regional. As pessoas vão poder ver uma história de Natal por outra perspectiva. Os personagens principais, assim como na história cristã, temos no espetáculo, Maria, que usa um vestido de chita florida e acaba se encantando por um carpinteiro da região que se chama José, além destes temos Gabriel, o anjo do senhor que trará a notícia de que Maria carregará em seu ventre o menino Jesus”, conta o maestro Luis Carlos Prata.

“Esta apresentação marca a culminância das Cantatas Natalinas, realizadas pelo Coral Unifor em vários pontos do campus da Universidade de Fortaleza ao longo do mês de dezembro. Por meio de uma linguagem regional e ritmos nordestinos, o Auto reverencia o nascimento de Jesus e brinda nossa comunidade acadêmica com um espetáculo bonito de se ver e ouvir. Certamente os espectadores sairão tocados pela mensagem”, afirma o vice-reitor de extensão da Unifor, prof. Randal Pompeu.

O Coral Unifor apresentará, primeiramente, Canções Natalinas recepcionando as pessoas que chegam ao Teatro Celina Queiroz. Em seguida, apresentará o emocionante “O Auto do Rei de Todo o Sertão”.

O Auto do Rei de Todo o Sertão

Auto é uma composição teatral, surgida na Idade Média, por volta do século XII. De linguagem simples, os autos, em sua maioria, têm elementos cômicos e intenção moralizadora. Suas personagens simbolizam as virtudes, os pecados, ou representam anjos, demônios e santos.

Encenados, de começo, dentro dos templos religiosos, depois, em suas portas de entrada e pátios, só posteriormente a representação dos autos ganhou os lugares menos “sagrados”, como as feiras, os mercados e as praças públicas. É nesse cenário, que eles tornam-se um gênero dramático de feição nitidamente popular.

“O Auto do Rei de Todo o Sertão” é uma obra do compositor Leandro Cavalcante, de Fortaleza, interpretada pelo Coral Unifor, e (re)conta a história do nascimento de um Messias no sertão. O Salvador da Caatinga, o Rei do Sertão.

Carregado da mais pura expressão dos gêneros musicais regionais, a obra traz em seu formato baião, maracatu, cantochão, aboios, forró e outras alegorias musicais, construindo assim uma atmosfera sagrada baseada na religiosidade do povo nordestino. O Auto baseia-se na história de Jesus de Nazaré, mas, desta feita, este nasce no sertão filho de uma mulher chamada Maria e um carpinteiro José. O fato é previsto pelo vaqueiro aboiador e um anjo chamado Gabriel faz o anúncio.

Com muita música percussiva, e com instrumentos bem típicos da música regional mesclados com o som barroco do cravo, mesclam-se os estilos em função da música regional.

É uma obra para coral e solistas. Desde as partes do coro às intervenções dos solistas, a história ganha uma releitura ainda mais próxima da música nordestina brasileira e de uma forma lúdica se transmite a história do Natal com poeira em lugar de neve. O Coral apresenta-se de branco com echarpes em cor de terra queimada remetendo às cores do movimento “Nordeste Armorial”, preconizado por Ariano Suassuna.

Coral Unifor

Criado em 1981, o Coral da Unifor é constituído por cerca de 50 componentes entre alunos, funcionários e moradores das comunidades vizinhas à universidade. Eles interpretam peças musicais no estilo à capela, cantam em vários tons e ritmos e levam alegria e encanto a muitas pessoas.

A criação do coral se deu sob a tutela e regência de D’alva Stella Nogueira Freire. O repertório é voltado para músicas populares nacionais, mas o Coral também canta canções eruditas e em línguas estrangeiras. As apresentações ocorrem em diversos eventos dentro e fora da universidade.

Quem tem dons musicais, por exemplo, pode participar do Coral da Unifor, que é aberto ao público e de coro amador, ou seja, não é preciso ter conhecimento musical e nem ler partituras. Basta afinação e paixão pelo canto. Com o intuito de incentivar a atividade musical do canto, a Fundação Edson Queiroz realiza audições permanentes para ingresso de novos cantores no Coral, com sopranos, contraltos, tenores e baixos.

Serviço

Coral Unifor apresenta Canções Natalinas e “O Auto do Rei de Todo o Sertão”
Data: 21 de dezembro de 2018
Horário: 12h às 13h
Local: Teatro Celina Queiroz, Av. Washington Soares, 1321 – Edson Queiroz, Fortaleza/CE
Entrada franca

Instagram | Facebook | Twitter | Flickr | Linkedin | TV Unifor