angle-left Contrabaixista Robert Black é uma das atrações desta quinta-feira no Festival Eleazar de Carvalho

Contrabaixista Robert Black é uma das atrações desta quinta-feira no Festival Eleazar de Carvalho

Robert Black percorre o mundo criando músicas inéditas para o contrabaixo solo (Foto: Stephanie Berger)
Robert Black percorre o mundo criando músicas inéditas para o contrabaixo solo (Foto: Stephanie Berger)

Famoso pela versatilidade do seu contrabaixo, o músico americano Robert Black faz concerto solo nesta quinta-feira (4), às 20h, no Teatro Celina Queiroz. Após o contrabaixista, é a vez do trio de metais composto pelos cearenses Robson Lima, Reginaldo Thimóteo e André Couto subir ao palco.  As apresentações integram a série de concertos gratuitos promovidos pelo XXI Festival Eleazar de Carvalho.

Robert Black percorre o mundo criando músicas inéditas para o contrabaixo solo. Sua atuação vai desde apresentações em orquestras tradicionais e música de câmara a colaborações e interações com os mais diferentes compositores, músicos, dançarinos, pintores, além de outros de artistas. Suas apresentações solo no contrabaixo já o levaram aos palcos dos principais festivais de música do mundo. 

Além de participações em trabalhos de diversos artistas, Robert possui gravações solo como o mais recente Possessed (2017). O contrabaixista é ainda professor na Hartt School (University of Hartford), na Manhattan School of Music e, recentemente, no New Music on the Point Festival. Robert é ainda professor do Festival Eleazar de Carvalho.

Sobre o XXI Festival Eleazar de Carvalho


O evento é uma parceria entre a Fundação Eleazar de Carvalho e a Fundação Edson Queiroz. Nesta edição, o Festival recebe aproximadamente 300 jovens músicos, que durante três semanas ficam imersos em aulas diárias com professores de renome nacional e internacional. Os cursos incluem regência coral, regência orquestral, instrumentos de cordas, sopros, percussão, canto e piano.